Descubra a Arte

Durante a época medieval, não era considerado próprio uma senhora montar normalmente. Existem pinturas que provam que tão cedo como no século IX, as senhoras de sangue azul montavam de lado, sentadas em cima duma almofada e apoiando os dois pés num banco do lado esquerdo do cavalo. Assim, as senhoras tinham pouco controlo sobre o cavalo e normalmente tinham um guia. Pouco a pouco a equitação à amazona desenvolveu-se com as modernizações e melhorias da própria sela. As senhoras viravam o tronco cada vez mais para frente, ganhando mais controlo sobre o cavalo e segurando-se  com a ajuda da sela. A sela ganhou a forma que ainda tem hoje em dia no século XIX, quando as senhoras se juntaram aos cavaleiros nas caçadas à raposa, o que implicava galopar e até saltar pequenos obstáculos.

A sela amazona é desenhada para permitir à cavaleira sentar-se com segurança com as duas pernas para o mesmo lado, mas de forma a permitir manter o controlo do cavalo, virado para a frente. A sela possui um assento plano, apenas um estribo (normalmente do lado esquerdo) e dois arções: o arção de cima, a chamada cabeça fixa, é usado para suportar a perna direita, e o arção de baixo que é usado para manter o equilíbrio e a  aderência à sela.

Os trajes de amazona variam no estilo e nos materiais usados, mas acima de tudo têm que ser práticos e elegantes ao mesmo tempo, quer sejam para exibições, concursos de dressage ou para caçadas à raposa. Cores escuras como preto, castanho, azul escuro ou cinzento, uma saia e uma casaca elegante e bem ajustada mostram a boa postura e a elegância da cavaleira.. Por baixo da saia, que de facto pode ser só um avental aberto  por razões de segurança, as cavaleiras vestem calças de montar e botas.

Vemos então nesta apresentação um carrossel de oito cavaleiras, todas montando à amazona com o traje adequado. Uma é monitora de equitação do Centro Hípico da Costa do Estoril e as restantes são alunas da escola de equitação do mesmo centro hípico. Mostram cavalos portugueses, lusitanos ou cruzados, que pelas suas características calmas, dóceis e confortáveis são bastante indicados para esta modalidade. Os cavalos utilizados para equitação à amazona são cavalos que devem estar já bastante ensinados e só depois se devem adaptar a equitação à amazona. Durante o carrossel as oito cavaleiras seguem uma coreografia que inclui os andamentos trote e galope, demonstrando a extrema elegância e feminilidade permitido por este tipo  de equitação.